Romantismo: Características e Contexto Histórico - Frases para status

Romantismo: Características e Contexto Histórico



Veja Romantismo: Características e Contexto Histórico para copiar e compartilhar

 O romantismo é um movimento artístico e cultural que promove a emoção, a subjetividade e a individualidade.



Ao contrário da objetividade e da tradição clássica de excelência, oferece uma visão de mundo centrada no ser humano com ênfase na sensação humana e na liberdade de pensamento.


O Romantismo surgiu na Europa do século 18, no contexto da Revolução Industrial e do Iluminismo, e é um movimento intelectual e filosófico baseado na razão. Isso continuou até meados do século XIX, quando nasceu o realismo.


Este estilo rapidamente se espalhou para outros países, inspirando muitas áreas da arte: literatura, pintura, escultura, arquitetura e música.


No Brasil, o movimento romântico teve início em meados do século XIX, anos após a independência do país (1822), com a publicação da obra Suspiros poéticos e saudades de Gonçalves de Magallais em 1836.


Contexto histórico

As bases da paixão romântica e do suicídio como escola literária foram estabelecidas pelo romance de Goethe, O Sofrimento do Jovem Werther, publicado na Alemanha em 1774.


O sofrimento do jovem Werther

Primeira edição de Os Sofrimentos do Jovem Werther (1774), livro que deu início ao movimento romântico.

Na Inglaterra, o Romantismo se desenvolveu nos primeiros anos do século XIX, com ênfase na poesia altamente romântica de Lord Byron e no romance histórico de Walter Scott, Ivanhoe.


Entre as primeiras obras do início da Revolução Romântica na Europa, havia também o livro árabe de Prevost, Manon Lescott (1731) e a “História de Tom José” de Henry Fielding (1749).


No entanto, o romance já estava em uso no Império Romano, que usava a palavra romana para se referir às línguas usadas pelos povos sob seu domínio. Na verdade, essas línguas eram uma forma popular de latim.


Folk e composições folclóricas escritas em latim vulgar, em prosa ou poesia, e contando ilusões e aventuras também eram chamadas de românticas.


E no século XVIII ganhou sua importância atual, depois de passar pelas formas de "romance cavalheiresco, romance apaixonado e romance pastoral" na Europa. O romance pode ser considerado uma continuação da saga.


Características principais

As principais características do romance na literatura são:


Oposição à forma clássica;

A estrutura do texto em prosa é longa.

Desenvolvimento do núcleo central;

Narração extensa que reflete a cronologia;

A pessoa se torna o centro das atenções;

Público consumidor (newsletter);

Use cabelos soltos e brancos;

A ascensão do nacionalismo, da natureza e da pátria.

Representação da sociedade, do amor e da mulher;

Crie um herói nacional.

Sentimentos pessoais afetuosos e superestimados;

Egoísmo e egoísmo.

Uma infância perdida

Fugir da realidade.

Opondo-se aos clássicos

Inicialmente, todos os movimentos contrários aos clássicos eram considerados românticos. Assim, os modelos da antiguidade clássica foram substituídos pelos da Idade Média, quando surgiu a burguesia.


A arte, que outrora teve uma figura nobre e ampla, passou a valorizar o povo e o patriota. Ele transcende as barreiras que o tribunal colocou em prática e começa a chamar a atenção das pessoas.


A arte romântica, rompendo as paredes da corte e ocupando as ruas, se liberta das demandas dos nobres, que pagavam por sua produção, e passa a conquistar um público desconhecido. É a emergência de um público consumidor, impulsionado pela newsletter brasileira, em direção a uma literatura mais acessível.


O aspecto formal do classicismo é ignorado na prosa. É o mesmo com o cabelo, com o cabelo solto, sem escamas e sem emaranhado. A poesia também apresenta versos brancos sem rima.



A tabela abaixo resume as diferenças entre clássico e romântico:


Romantismo: características e contexto histórico


Nacionalismo

Os românticos pregam o nacionalismo, encorajam a glorificação da natureza indígena, um retorno ao passado histórico e a criação de um herói nacional.


Na literatura europeia, os heróis nacionais são os belos e corajosos cavaleiros da Idade Média. Os índios do Brasil são igualmente bonitos, corajosos e civilizados.


A natureza também é glorificada no romance. É considerada uma extensão da pátria ou um refúgio da azáfama dos centros urbanos do século XIX. A elevação da natureza assume a forma de uma extensão do escritor e de seu estado emocional.


Paixão romântica

Entre os principais sinais do romantismo estão a paixão, a superestimação dos sentimentos pessoais, a subjetividade e o egoísmo. Assim, os poetas se posicionam como o centro do universo.


Em certo mundo, o poeta se sente derrotado pelo ego e causa frustração e tédio. Características distintivas do movimento romântico: fuga da realidade pelo uso de álcool e ópio, glorificação da mulher, da sociedade e do amor, além da saudade da infância e da busca constante por bordéis.



Gostou do Romantismo: Características e Contexto Histórico? Compartilhe com seus amigos

Deixe sue comentario

/ / /