Fábula - Frases para status

Fábula



Veja Fábula para copiar e compartilhar

 Uma Fábula é um gênero literário, cuja principal característica é uma estranha narrativa metafórica, não ligada à realidade, mas intercalada com jogos e métodos educacionais.



É um conto que sempre leva ao aprendizado porque a ética o distingue de outros gêneros literários.


Durante séculos foi e ainda é uma das ferramentas utilizadas como suporte para transmitir conhecimentos, moral, cultura e costumes.


Os romances costumam usar animais como heróis.


La Fontaine é um dos principais autores do gênero, sendo que no Brasil o nome mais conhecido é Monteiro Lobato.


Esta espécie é antiga e frequentemente usada por povos asiáticos. Esopo, um escravo grego que viveu no século VI aC, o teria consagrado.


A estrutura narrativa da história é proporcional à distribuição de eventos como a saga, a história, o romance e até mesmo o drama.


Embora o conto passe por outros gêneros literários, é um conto em que os personagens apresentam recursos educacionais que levam a reflexões sobre ética, política e outras convenções.


Saiba qual é o código.


missão

Os recursos figurativos para o conto permitem que o conhecimento seja transmitido às crianças, mesmo com experiência limitada e uma falta de compreensão acadêmica das normas sociais.



Do ponto de vista do público, entender uma história deve ser rápido e fácil. Este gênero busca elementos na alegoria para lições ocultas, utilizando, assim, animais e formas.


Embora seja diferente da sátira, ela usa a sátira como meio de fixação.


Mesmo com a busca de ensinamentos, a contemplação e a transmissão de conhecimentos com forte carga moral, o conto é diferente da fábula.


De qualquer forma, a narração usa superposição e reflexão, mas a parábola não transcende a realidade.


Por outro lado, na fábula, a condição é o uso da imaginação, a transferência de características humanas para animais e coisas, e o uso da cegueira humana.


O tempo também indica as diferenças entre uma anedota e um provérbio. Se a fonte da imagem no conto é tirada do passado, e a verdade pertence ao presente, então na parábola essa condição não é cumprida.


Uma verdade como essa pode ser válida a qualquer momento. A lição moral do conto também é efêmera, intrigante e admirável.


Mais: gêneros literários.


La Fontaine

O escritor francês Jean de La Fontaine nasceu em 1621 e morreu em 1695. É o autor das fábulas "A Lebre e a Tartaruga" e "O Lobo e o Cordeiro".



Ele estudou Direito e serviu à Igreja Católica por meio da oratória, mas não teve uma vida religiosa.


Apesar de ser conhecido como contador de histórias, nem sempre atuou no gênero e teve que se desculpar por postar textos frívolos.


Ele dedicou sua primeira coleção de contos de fadas ao filho do rei Luís XIV em 1664. Em 1684, ele foi aceito na Academia Francesa de Literatura.


Montero Lobato

José Pinto de Monteiro Lobato nasceu em 18 de abril de 1882 em Taubat, interior de São Paulo. Ele faleceu em 4 de julho de 1948.


É considerado o pioneiro da literatura infantil brasileira. Entre suas principais obras estão personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo adaptados para a televisão.


Inscreva-se para ser membro da Academia Brasileira de Letras. Entre suas obras estão: Urepes, Dead Cities, Negrinya, Um Macaco Humanizado, O Problema da Vida, O Reino da Lua, América, Trauma, O Dia Anterior, Sr. Gíria e Brasil, Memórias de Emília e Emília na Terra de regras.



Gostou do Fábula? Compartilhe com seus amigos

Deixe sue comentario

/ / /